Veja os principais mitos e verdades sobre o financiamento de imóveis

Mora de aluguel? Pensa em comprar um imóvel? A burocracia na compra te desanima? Se sua resposta foi positiva para algumas das perguntas, saiba que o processo de financiamento de imóveis pode ser mais simples que você imagina, desde que esteja bem informado.

E se adquirir a casa ou apartamento próprio é o seu sonho, esse artigo foi feito para você. Tire suas dúvidas agora e entenda o que é mito e o que é verdade sobre o assunto e como funciona o financiamento de imóveis. 

Saiba como fazer um financiamento imobiliário

A compra de um bem de alto valor, como uma casa ou apartamento, precisa ser bem planejada. E nisso se enquadra a questão financeira e também a documental para que tudo saia conforme o esperado e sem maiores transtornos.

As regras são diferentes dependendo da modalidade de compra. A negociação pode ser diretamente com a construtora, para imóveis na planta ou já construídos. Para esse tipo de compra, você recebe uma lista de documentos que precisa providenciar para que ela seja efetuada.

A compra também pode ser feita com empréstimo bancário ou empresa financiadora. Para isso, é essencial que não haja pendência de nenhuma natureza no seu cadastro de consumidor e também que a renda seja adequada ao valor do imóvel. Nesta modalidade, o valor da prestação não pode ultrapassar 30% da renda líquida. Uma lista um pouco diferente de documentos precisa ser providenciada, mas ela é basicamente composta por:

  • RG;
  • CPF;
  • comprovante de estado civil;
  • comprovante de renda – holerites, declaração de Imposto de Renda e extrato bancário.

Contratos de financiamento de imóveis são iguais

É mito, pois cada contrato é único. E isso não vale só porque o valor das parcelas e os dados de cadastro são diferentes. As taxas de juros, a forma de pagamento e a renda declarada estão entre os itens que vão diferir entre os contratos. 

Burocracia atrapalha o processo de compra

Parcialmente verdade. A burocracia é necessária porque essa transação comercial exige que certos documentos estejam atualizados, sejam feitos e tudo esteja devidamente registrado. Então se sua documentação não estiver nos termos exigidos, é certeza que o processo vai demorar mais que o esperado. 

Programas de incentivo são acessíveis para todos

Mito. Os programas do governo que oferecem vantagens para a aquisição de imóveis não podem ser usufruídos por todos. O “Minha Casa Minha Vida”, por exemplo, vai contemplar compradores que tenham uma renda de acordo com os critérios eletivos. Além disso, o imóvel precisa estar enquadrado em algumas regras. 

É possível amortizar o valor da dívida apenas com as parcelas

O valor das parcelas, que no fim totalizam o valor do imóvel, não corresponde ao valor da dívida total. Existem taxas que são incluídas no financiamento de imóveis, como TR, IGP-M, INCC e IPCA que são calculadas de acordo com a situação do mercado imobiliário. 

Todo imóvel pode ser financiado

É mito. Para ser financiado o imóvel precisa estar com a documentação atualizada, além de estar bem bom estado de conservação e habitável – isso para os imóveis que já estão construídos e que já tiveram outros donos. 

Para os imóveis novos, recém-construídos e sem donos prévios, esse processo é mais certo de ser verdade, pois a avaliação é feita pelo banco. 

Gostou do nosso conteúdo? Você viu que o financiamento de imóveis é um processo que à primeira vista parece burocrático. No entanto, de posse das informações certas, ele pode ser mais simples que você imaginava e tornar o sonho da casa e apartamento próprios uma realidade.

LEIA TAMBÉM

NOSSOS
CONTATOS

ENVIE SUA
MENSAGEM